Como ter sucesso nas suas campanhas de email marketing?

Como ter sucesso nas suas campanhas de email marketing

Comunica com os seus clientes por email? Sabe que, com uma estratégia bem delineada, poderá captar vários compradores através do email marketing? Neste artigo explicamos em traços gerais o que é esta ferramenta e como pode utilizá-la a favor do seu negócio.

O que é o email marketing?

O email marketing é uma ferramenta poderosa, há até quem defenda que, entre os vários canais do marketing digital, este é o mais poderoso na captação de clientes. A estratégia passa pelo envio de emails direcionados a determinados públicos, com uma mensagem definida, clara e que vá ao encontro dos interesses do público-alvo.

O email marketing é uma poderosa ferramenta porque permite-lhe:

  • Aproximar-se dos seus clientes;
  • Dar a conhecer os seus produtos a públicos direcionados;
  • Comunicar aquilo que quer;
  • Oferecer conteúdos sobre determinado tema, vouchers, descontos, e muito mais;
  • Gerar leads qualificados;
  • Vender mais e melhor.

Como pôr em prática a minha estratégia?

Se já percebeu a importância do email marketing, vamos agora falar sobre os passos que deve tomar.

Onde?

A primeira coisa que deve fazer é escolher uma plataforma de email marketing que sirva os seus objetivos. Há várias plataformas no mercado, a maioria com versões fremium (isto é, plataformas tendencialmente gratuitas, mas com outras opções premium pagas), pelo que o melhor mesmo é testar e ver qual a que melhor se adequa àquilo que procura. Aqui poderá encontrar algumas das melhores ferramentas de email marketing.

Quem?

Depois, deve criar a sua base de dados. Em 2018, entrou em vigor o Regulamento Geral da Proteção de Dados que regulamenta a proteção de dados pessoais dentro da União Europeia, pelo que deverá ter cuidado na constituição da sua base de dados para email marketing, assegurando que tem consentimento dos seus contactos para essa comunicação. Uma base de dados não se cria do dia para a noite e há várias estratégias para angariar contactos de potenciais clientes – quer seja através do seu website ou redes sociais, fichas de cliente, entre outras.

Atenção: deve segmentar ao máximo a sua base de dados de acordo com o que possa ter interesse para o seu negócio. A segmentação é o que assegura que a sua comunicação irá impactar a pessoa certa na altura certa. Saber a data de nascimento, o género, a localização geográfica, setor de atividade, podem ser dados relevantes quando está a montar uma estratégia de email marketing. Por exemplo, se tem uma loja de roupa, é muito comum pedir aos clientes as suas datas de aniversário para poder enviar um código de desconto ou voucher de compra.

Como?

Agora que já tem uma plataforma e a sua base de dados segmentada, está na altura de criar a sua estratégia de email marketing. Mais uma vez, tudo depende do seu público alvo e do seu negócio. Listamos abaixo alguns tipos de campanhas:

  • E-commerce – comunicar aquilo que tem à venda na sua loja online funciona melhor para quem já o conhece. Direcionar as pessoas para o produto específico que quer vender pode ter bastante sucesso;
  • Conteúdo do blog – tem um blog corporativo? Então faz sentido que o seu conteúdo seja potenciado em campanhas de email marketing;
  • Campanhas promocionais – como já foi explicado neste artigo, pode nutrir os seus clientes ou potenciais clientes com várias promoções disponíveis nos emails que envia, promovendo, por exemplo, campanhas de Natal, do dia dos namorados, dia do pai, da mãe, Black Friday, por aí fora;
  • Geração de leads – pode criar um fluxo específico de nutrição de leads para pessoas que se relacionem com o seu conteúdo de forma destacada, isto é, pegando num determinado assunto que interesse ao seu público, pode criar uma estratégia com conteúdo especializado só para esse público, aumentando assim a probabilidade de vendas para a sua empresa.

Mais uma vez, tudo está ligado ao conteúdo, sendo esta a chave para uma boa campanha de email marketing.

E agora?

Agora que já montou as suas campanhas, não se esqueça de monitorizar para perceber o que funciona melhor para si e para o seu público – qual a melhor hora para enviar os seus emails, com que frequência devo enviar, que tipo de voz?

É importante analisar métricas como:

  • Taxa de receção de email – da sua lista, quem realmente recebeu o seu email;
  • Taxa de abertura – do total de pessoas que recebeu o email, quem realmente abriu;
  • Taxa de cliques – entre as aberturas, quem efetivamente clicou;
  • Taxa de rejeição (bounce rate) – emails que vieram devolvidos por variadas razões (um email que já não é válido ou, por exemplo, caixa cheia).

Esta análise irá ajudá-lo a perceber melhor o seu âmbito de ação.

Pronto para soltar a sua campanha de email marketing? Contacte-nos para o ajudarmos a montar a sua estratégia!

Fontes: