GRENKE reduz emissões de CO2 com mais de 9500 contratos digitais assinados

grenke contratos digitais

A GRENKE, empresa especializada em renting de equipamentos tecnológicos, reduziu as emissões de dióxido de carbono (CO2) para a atmosfera em 17,6 toneladas em Portugal, em apenas cinco anos, fruto da mudança de paradigma na implementação de contratos digitais, num total mais de 9500 desde 2015.

Ao todo, desde 2015 e até março de 2020, a GRENKE firmou 9538 contratos por via digital nas suas operações em Portugal, o que lhe permitiu reduzir as emissões de CO2 em 17.629 quilos, produzir menos 1.156 quilos de resíduos, gastar menos 175.922 litros de água e menos 7835 quilos de madeira.

2019 foi o ano em que mais contratos digitais foram firmados pela GRENKE em Portugal, num total de 3304. No primeiro trimestre de 2020, foram já firmados 1598 contratos digitais, prevendo-se até final do ano mais um recorde no que toca a estes documentos, de 3500 contratos, também devido à mudança de paradigma que está a ser imposta pela pandemia de Covid-19.

Os contratos digitais são possíveis através do sistema eSignature da multinacional, que permite assinar contratos através do computador, tablet ou smartphone e submetê-los online em poucos segundos.