Como escrever um bom press release?

press release Como fazer um bom comunicado de imprensa

Comunicar com os meios de comunicação social de forma eficaz não é fácil, num mundo em que todos querem um lugar ao sol, mas só quem tem olho é rei.

Que quer isto dizer? A comunicação social recebe centenas de notas de imprensa todos os dias e faz um importante trabalho de seleção do material que realmente importa ao público e do que não é passível de tornar-se notícia. Contudo, a crise na imprensa leva a que cada vez haja menos recursos humanos disponíveis para trabalhar e para fazer esta triagem de material, que muitas vezes passa por entre os pingos da chuva. Torna-se, por isso, cada vez mais importante comunicar de forma assertiva e, mais do que isso, de forma destacada, para chamar a atenção dos media.

Um dos principais meios de fazer chegar estas mensagens é a nota de imprensa, comunicado de imprensa, ou press release. A nota de imprensa é uma declaração escrita de uma empresa, na qual é passada informação relevante sobre determinado tema e que pode ser passível de ser notícia.

Mas antes de começar a redigir a sua nota de imprensa, há alguns fatores que deverá ter em conta para perceber se deverá fazê-lo ou não:

  • Relevância – a informação que eu quero passar é relevante para o jornalista e para o seu público?
  • Novidade – é algo novo? Diferenciador? Um novo produto ou um novo investimento?
  • Urgência – o conteúdo é atual e tem de ser disseminado de forma urgente?

Respondendo as estas perguntas, conseguirá perceber se a informação que está a querer passar vai ou não ser permeável do outro lado.

Agora que já sabe como identificar informação passível ou não de constar um press release, como deve, então, escrever um comunicado de imprensa relevante para os jornalistas?

A nossa primeira recomendação é que a nota de imprensa deve ser escrita seguindo as regras básicas do jornalismo, isto é, como se de uma notícia se tratasse.

Assim, deverá ter sempre em conta os valores-notícia e a estrutura que a mesma deverá ter para redigir o seu press release:

  • O mais importante primeiro – se está familiarizado com a estrutura da pirâmide invertida no jornalismo, isto não será completamente novo. Mas passamos a explicar: a pirâmide invertida é a estrutura que define a forma como a informação deve vir numa notícia, isto é, a informação mais importante em cima e, à medida que a pirâmide vai descendo, vamos afunilando a informação e dando mais atenção aos detalhes e à informação complementar;
  • Título apelativo – o título é o primeiro gancho para chamar a atenção do jornalista, se não conseguir agarrá-lo à primeira, dificilmente ele vai ler a informação que lhe envia, por muita relevância que tenha. O título deverá ser chamativo e dizer claramente aquilo de que trata a nota de imprensa.
  • Subtítulo ou bullets de resumo – pode beneficiar também se, entre o título e o primeiro parágrafo, inserir um breve subtítulo ou alguns bullets, nos quais resuma a informação que o jornalista vai encontrar na nota de imprensa;
  • Primeiro parágrafo com o mais importante e essencial – Da mesma forma, o primeiro parágrafo, seguindo a estrutura da pirâmide invertida de que falámos acima, deverá ser o mais claro possível e dar a informação mais relevante do press release. No jornalismo, o primeiro parágrafo responde a seis perguntas fundamentais: quem, o quê, quando, onde, como e porquê?
  • Data e localização – todas as notas de imprensa deverão ter, logo no início, a data de emissão e a respetiva localização de onde está a ser emitido o press release. Também é importante, no cabeçalho, vir o logótipo que identifica a empresa que emite o comunicado;
  • Corpo do texto – O restante texto deve, à semelhança do primeiro parágrafo, ser claro e transparente e de fácil perceção, com uma divisão clara da informação por parágrafos e, sempre que faça sentido, declarações que um porta-voz da empresa;
  • Informação sobre a empresa – após o fim da nota de imprensa, deve incluir sempre um breve parágrafo com informação sobre a empresa, de forma a contextualizar o trabalho da mesma;
  • Contactos de imprensa – no final, é sempre importante que inclua os contactos do Gabinete de Imprensa da sua empresa, com telefone e email, para que o jornalista possa contactá-lo em caso de dúvida ou de querer uma entrevista mais aprofundada sobre o tema.

Se fizer um check a todos estes itens, certamente terá um press release completo e chamativo. Contudo, o trabalho de comunicação com a imprensa não termina aqui. Fique atento ao nosso blog, pois vamos abordar vários temas e dar outras dicas para melhorar a sua relação com a imprensa.

Também poderá interessar-lhe o artigo que escrevemos com digas para ultrapassar o receio de falar com a imprensa.

Até breve e não deixe de contactar-nos!

Rita Justo, press officer da Media em Movimento

Fontes:

Just reach out