Instagram: a rede social a que todas as empresas deviam aderir

Instagram: a rede social a que todas as empresas deviam aderir

O Instagram é uma das redes sociais mais populares do mundo.

Enquanto para os utilizadores é o local favorito para ter mais gostos, comentários e publicar fotografias e vídeos, para as empresas representa uma oportunidade de aproximação com o seu público-alvo.

Em 2019, segundo o Sprout Social, eram mais de 1 bilhão os utilizadores ativos com números impressionantes de interação: 15 vezes mais do que noutras plataformas. E 90% seguem pelo menos uma empresa – e aqui já podemos ver o quanto as marcas também querem participar. Na continuação dos estudos feitos pelo Sprout Social, 83% dos utilizadores que fazem parte desta rede social descobrem novas marcas, novos produtos e novos serviços.

O Instagram acumula diversas funcionalidades e uma delas é alimentar estratégias de marketing de empresasde todos os tamanhos e, diria, de quase todos os tipos de negócios.

Uma das principais características que chama atenção é o conteúdo visual. Assim sendo, o utilizador pode publicar as suas fotografias para os seus seguidores, que são aqueles  que decidem receber as suas atualizações. No meio desta relação, surgem as interações: os comentários, os gostos, os reposts – no caso de o conteúdo não ser privado –, as visualizações – são responsáveis por guiar o algoritmo e trazer conteúdo útil ao utilizador/empresa.

Há vários motivos para que uma empresa deva ter uma conta o Instagram. Listamos alguns abaixo:

1. Perfil comercial

A empresa ao ter um perfil comercial nesta rede social tem acesso a algumas informações importantes dos seus seguidores, como a faixa etária, o género e a localização do seu público,alcance dos posts e stories que publica. Por sua vez este tipo de dados permitem avaliar que tipo de publicações estão a funcionar e quais não estão a gerar bons resultados. Através do Instagram consegue ter mais alcance para o seu  público e irá impulsionar os seus anúncios, mas para isso, primeiro, é necessário planear e criar uma estratégia digital e entender quem é o seu público para poder definir que conteúdo irá produzir e publicar.

2. Imagem

O Instagram é uma rede social completamente visual e se quer ser bem sucedido aqui tem de ter boas imagens – requisito essencial.

Como a maior parte das redes sociais, esta plataforma tem também como objetivo entreter e divertir o utilizador, por isso, torna-se importante uma empresa investir em imagens de alta qualidade e diferenciadoras do que já existe, para não só atrair mais seguidores, como acrescentar valor à sua marca, transmitindo os ideias do seu negócio.

3. Ligação entre redes

O Instagram foi uma das redes adquiridas pelo Facebook, que viu nela o potencial para chegar mais longe. O facto de o Facebook ter adquirido o Whatsapp e o Instagram permitiu criar-se uma ligação entre elas. Por exemplo, ao publicar uma imagem no Instagram ela poderá – se você assim o permitir – ser automaticamente partilhada na página do Facebook, basta interligar as redes, contribuindo para a divulgação das publicações e o aumento da interação com o público.

4. Hashtags

Hashtag é um termo associado a temas que podem ser pesquisados nas redes sociais, inserindo o símbolo cardinal (#) antes de uma palavra, frase ou expressão. As hashtags começaram no Twitter, mas rapidamente se percebeu o alcance destas etiquetas e o Instagram é uma das redes onde isto funciona em plena harmonia.

Cada hashtag criada gera uma hiperligação que permite direcionar a pesquisa para todas as pessoas que também marcaram os seus conteúdos com aquela hashtag específica. Ou seja, é uma forma prática e simples de juntar diversos conteúdos sobre um determinado tema. Pode, inclusivamente, seguir determinadas hashtags – isto significa que irá receber conteúdo no seu feed de utilizadores que não segue na verdade, mas que por utilizarem uma hashtag que você acompanha conseguirá ver esse conteúdo – desde que seja público, claro.

Desse modo, a empresa consegue com que o utilizador, interessado pelo conteúdo em questão, chegue mais facilmente ao seu perfil, tornando-a  numa boa estratégia para fazer com que o conteúdo impacte novas pessoas a conhecerem a sua marca ou negócio. 

Contudo, não basta criar hashtags já usadas para atrair os tais seguidores. Aconselhamos a que faça uma pesquisa exaustiva sobre as palavras-chaves que se identifiquem com o seu conteúdo e público-alvo e que tenham mais conteúdos publicados.

5. Histórias

As histórias  do Instagram – ou story, ou Instastory – são um recurso que tem como função melhorar a interação entre os usuários. 

É uma das funcionalidades mais recentes do Instagram e que possibilita a publicação de fotografias ou vídeos que ficam visíveis até 24 horas – podendo depois ser guardadas em destaques. Por exemplo: se tiver um perfil de uma marca de roupa e publicar histórias sobre as roupas que tem à venda, poderá fazer sentido criar um destaque para vestidos, outro para tops de alças, por aí fora.

Num perfil comercial, esta não só é uma ótima forma de divulgação de eventos ou atividades promocionais, como também de divulgar algo como o quotidiano do que se faz dentro uma da empresa ou atividades em que estão envolvidos, tornando a marca mais personalizados e mais próxima de quem a vê, logo, aumentando a probabilidade de ganhar novos seguidores.

O Instagram consegue ser não só uma rede social de diversão e entretenimento como ser até essencial para uma estratégia de marketing digital de uma empresa. É através de redes sociais como esta que o público quer saber mais e, por consequência, que se gera uma maior ligação com a marca. 

Vamos criar um perfil de Instagram? Contacte-nos para saber mais!

Inês Antunes

Fontes

Neil Patel – “O que é o Instagram”

Sproutsocial – Promover o Instagram

Neil Patel – “Hashtag (#): O Que É, Como Usar e As Mais Usadas nas Redes Sociais!”