SEO: Cinco razões para apostar na otimização do seu site

SEO: Cinco razões para apostar na otimização do seu site

Atualmente, é mais do que comum existirem milhares de páginas na web a serem publicadas todos os dias – posso garantir que, neste exato momento em que vos escrevo, já foram publicadas mais de 50 páginas na internet.

Entretanto, caro leitor, deve estar a perguntar-se: “Se existem várias páginas online, como faço para que as minhas fiquem à frente das outras?”. A resposta é simples: Search Engine Optimization, o famoso SEO. Neste pequeno texto, iremos explicar o que é, como funciona, e porque deve apostar na otimização do site do seu negócio para motores de busca.

Em primeiro lugar, expliquemos o que é Search Engine Optimization. Como o nome indica, em livre tradução, esta é uma ferramenta de otimização para motores de busca, ou seja, um conjunto de técnicas que influenciam os algoritmos dos motores de busca a definir o ranking de uma página para determinada palavra-chave que foi pesquisada. Antes da criação desta técnica, os links eram organizados nas páginas de resultado em ordem alfabética, como acontece nos diretórios web (os primeiros sistemas de busca criados na internet).

Embora a prática de SEO esteja já bastante massificada, não é possível garantir que a sua página fique em primeiro lugar numa pesquisa. Pode, porém, com um vasto conjunto de boas práticas, fazer com que a sua página fique bem classificada para que os motores de busca a considerem nos seus primeiros resultados – quiçá, no primeiro de todos…

Existem vários fatores que influenciam o posicionamento das páginas, contudo, nem sempre é claro como os motores de busca fazem a categorização das páginas. No entanto, graças a alguns nerds do mundo digital, já é possível identificar algumas práticas atrás de uma boa reflexão e na estrutura de um site.

Chegados aqui, caro leitor, deva estar agora a pensar: “OK, já percebi o que é SEO, mas como é então feito o posicionamento das páginas e quais as vantagens para alavancar os meus negócios?”.

Muito bem! Umas das ferramentas utilizadas pelos motores de busca para este feito são os web crawlers. Certamente, já estará a perguntar-se: “O que é isso?”. Um web crawler, ou como é chamado às vezes, “bot”, é um algoritmo utilizado para analisar o código de um site. Os crawlers procuram informações para depois usá-las como insights ou classificar os dados encontrados e, assim, posicionar as páginas de acordo com as pesquisas feitas.

Os bots estão sempre nos sites de busca, como por exemplo, Google, Yahoo, Bing, entre outros. Antes, era necessário enviar o seu site para os motores de pesquisa e só assim os bots conseguiam encontrar as páginas a grande velocidade. Atualmente, ainda se pode fazer isso, mas basta conseguir alguns backlinks (links estrategicamente colocados num texto) para que o utilizador consiga aceder à sua página.

Voltando aos crawlers, estes algoritmos têm a função de examinar páginas na web. Noutras palavras, os algoritmos ‘varrem’ web à procura de informações de cada linha de código do seu site, página a página, e seguem cada link que nela apareça. Com isto, eles conseguem mapear todos os sites que possam ter links entre si e acabam por montar um quadro da internet inteira.

Que tipo de informação procuram os crawlers? Essencialmente:

  • Títulos e meta-descrições relevantes dentro das páginas
  • Hiperligações de qualidade
  • Imagens com texto alternativo

Em suma, conteúdo relevante que possa ajudar o algoritmo a entender a sua página.

Porque deve apostar no SEO?

Agora que já sabe como são categorizadas as páginas na web, fique a saber os cinco motivos que farão com que queira começar a otimizar o seu site assim que terminar de ler este artigo:

  1. Gera tráfego não pago (orgânico) para o seu site – A pesquisa orgânica acaba por representar uma grande parte do funcionamento de um site, além de ser importante para o funil de vendas – afinal, nada melhor do que gerar tráfego de forma orgânica para reduzir custos, certo? Melhor ainda quando a visita orgânica gera uma conversão no final. Como o  Google conta com mais de 70% do mercado de pesquisas para obter informações, dicas e etc., estar presente nas primeiras posições como resultado de pesquisas funcionará a favor da sua marca, fazendo com que o tráfego para o seu site aumente;
  2. Destaca a sua marca ou o seu negócio perante os concorrentes – Ter um site com uma otimização boa e funcional já ajuda a sua empresa a competir com outras empresas do mesmo ramo ou até empresas maiores. A utilização do SEO é uma vantagem para empresas que queiram atrair negócio através do digital;
  3. Ajuda na geração de leads – Uma das vantagens do SEO é a sua capacidade de aumentar o tráfego no site e fazer com que os seus visitantes se tornem em futuros clientes, claro, quando o mesmo é aplicado de forma correta. Suponha que o seu negócio é uma loja de ferramentas em Lisboa e que já tem o seu site otimizado para esse objetivo, nesse caso, a probabilidade de aparecer nos primeiros lugares nos resultados de pesquisa com a palavra-chave “ferramentas em Lisboa” é grande. As hipóteses de um cliente clicar no seu link e comprar o seu produto também aumentam. Para isto também contribui muito o SEO local, cuja função é otimizar as propriedades digitais para um sítio específico, para que os consumidores possam encontrar o seu negócio de uma forma rápida e fácil. Noutras palavras: o SEO local amplia as suas taxas de conversão;
  4. Melhora as taxas de conversão – Os sites já otimizados são fáceis e rápidos de aceder e navegar. O facto de serem otimizados para ecrãs de telemóveis, por exemplo, atrai mais utilizadores, visto que atualmente cada vez é mais comum aceder à internet pelo smartphone em detrimento do computador ou portátil. Caso tudo esteja em perfeita sintonia, o utilizador pode tornar-se num potencial cliente;
  5. Reduz os custos em publicidade digital paga – Já sabemos que o SEO precisa de um grande investimento de tempo na criação de conteúdos para que nos encontrem online, mas se formos comparar com um anúncio patrocinado, o investimento é menor. A diferença é que o retorno do investimento com a otimização do seu site continua mesmo depois do investimento feito, ou seja, se foi criado um conteúdo e uma página foi otimizada para uma determina palavra-chave, esta continuará a trazer resultados mesmo que você decida redirecionar a sua estratégia. Noutras palavras, a página continuará a ser considerada pelo Google e por outros motores de pesquisa.

Ficou curioso para saber mais sobre SEO? Não deixe de contactar-nos, mas aproveitamos para deixar também a ajuda do “Doutor Google” para entender um pouco mais sobre otimização para motores de busca.

Pedro Montijo, digital marketeer da Media em Movimento

Fontes e outras páginas relevantes:

Rock Content

Marco Gouveia

SEO Marketing

Resultados digitais

Marketing de Busca – SEO e Ferramentas de Busca